Padre Pio e Garabandal

31-08-2010 00:37

  

 

 

Este digníssimo seguidor de S. Francisco de Assis nasceu no dia 25 de Maio de 1887 em Pietrelcina, na arquidiocese de Benevento, filho de Grazio Forgione e de Maria Giuseppa de Nunzio. Foi baptizado no dia seguinte, recebendo o nome de Francisco. Recebeu o sacramento do Crisma e a Primeira Comunhão, quando tinha 12 anos.

Aos 16 anos, no dia 6 de Janeiro de 1903, entrou no noviciado da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, em Morcone, tendo aí vestido o hábito franciscano no dia 22 do mesmo mês, e ficou a chamar-se Frei Pio. Terminado o ano de noviciado, fez a profissão dos votos simples e, no dia 27 de Janeiro de 1907, a dos votos solenes.

Depois da Ordenação Sacerdotal, recebida no dia 10 de Agosto de 1910 em Benevento, precisou de ficar com sua família até 1916, por motivos de saúde. Em Setembro desse ano de 1916, foi mandado para o convento de São Giovanni Rotondo, onde permaneceu até à morte

O momento mais alto da sua actividade apostólica era aquele em que celebrava a Santa Missa. Os fiéis que nela participavam, viviam intensamente a paixão de Cristo.

3 de Março de 1962: a carta do Padre Pio às meninas de Garabandal

 

No primeiro sábado do mês de Maio, a Conchita recebeu uma carta endereçada para as quatro videntes de Garabandal. Vinha do Padre Pio, de acordo com a visão que a Conchita teve com Nossa Senhora.

“ Queridas meninas:

Às nove horas desta manhã, mandou-me a Virgem Santíssima dizer-vos isto :Oh abençoadas meninas de S. Sebastião de Garabandal, Eu prometo-vos que estarei convosco até ao fim dos tempos ,e vós estareis comigo no fim do Mundo. E, depois, unidas a Mim, na glória do Paraíso. Envio-vos uma cópia do  Santo Rosário  de Fátima, que a Virgem me disse para vos mandar. Este Terço foi ditado pelo Santíssima Virgem e deve ser propagado para a salvação dos pecadores e preservação da humanidade dos piores castigos com que o Bom Deus ameaça. Só vos dou um conselho: rezai e fazei rezar, porque o mundo está no princípio da perdição Não acreditam em vós, nem nos vossos colóquios com a Branca Senhora….acreditarão quando já for demasiado tarde.”

Assim que recebeu a carta, Conchita enviou uma outra carta de resposta ao Padre Pio da parte de Nossa Senhora, com mensagem secreta.

 

 Fevereiro de 1963: Primeira visita de Joey Lomangino a Garabandal e sua ligação com Padre Pio

 

Joey nasceu a 27 de Junho de 1931, nos Estados Unidos. Os seus Pais eram de origem Italiana. Enquanto tirava um pneu, sofreu um acidente que lhe atingiu a face. Os ossos da cara ficaram esmagados, os nervos ópticos e do olfacto ficaram danificados. Joey esteve de coma durante semanas e acordou no dia 16 de Julho, festa de Nossa Senhora do Carmo, do monte Carmelo). Estando cego desde do acidente, Joey ficará a ver no dia do futuro Milagre.

Após o acidente Joey teve dois sonhos misteriosos. No primeiro uma voz acordou-o do seu sono, dizendo-lhe que iria recuperar a sua vista, através de uma jornada de âmbito espiritual.

Em 1949, Joey foi “ visitado” pela segunda vez através de um misterioso sonho: ele via-se ele próprio num sítio vasto, numa espécie de prado na qual no meio havia árvores verdes isoladas em relação ao resto do local.

Em 1961 visitou Itália e foi ter com o Padre Pio pela primeira vez. Apesar de nunca se terem conhecido antes, o Padre Pio disse-lhe: “ Joey, como estou contente por te ver “.

Em Fevereiro de 1963, Joey fez nova viagem para ver o Padre Pio, que o ouviu na sua confissão e … miraculosamente, restaurou o nervo do olfacto. Nesse dia Joey não só recuperou o seu olfacto, como a sua fé cristã. Padre encorajou Joey de ir a Garabandal, após ter confirmado “ Sim, é verdade que Nossa Senhora está a aparecer em Garabandal.”

No dia 19 de Março de 1963, dia de S. José, padroeiro de Joey, Conchita enquanto rezava nos “ Pinos “, teve uma locução da Virgem Maria que disse “ ele irá ver de novo com os seus olhos no dia do milagre que será realizado para o Mundo. A primeira coisa que ele virá, será o próprio milagre, que o meu Filho através da minha intercessão, e partir daí , ele verá permanentemente.” Joey tem actualmente 79 anos de idade.

 Joey fundou a “ Garabandal Magazine “, distribuída por todo o Mundo. Depois criou “ Workers of Our Lady of Mount Carmel,” uma associação de caridade cujo objectiva visa difundir a mensagem de Garabandal.

28 de Outubro de 1964: Outra Carta do Padre Pio.

 

Padre Pio endereçou mais uma vez , uma carta para Conchita:

Paz e saudações,

Padre Pio está rezando com o seu coração pelas vossas intenções e pede para que tu rezes, e coloques a tua confiança na divina misericórdia de forma a adquirires a paciência para ultrapassar todas as dificuldades e adversidades da vida, e também as espirituais bênções e graças para a santificação da vossa alma.

Padre Pio assegura-te que ele lembrar-se-á de ti constantemente nas suas orações e manda-te a sua bênção paternal.”

 

12 a 20 de Janeiro de 1966. Primeira viagem de Conchita a Roma.

 

Conchita foi viajar a San Giovanni Rotondo, visitar um amigo, o famoso Padre Pio. Nesse dia e apesar de não se sentir bem, o Padre Pio veio dar as boas vindas a Conchita  e disse: “ Conchita de San Sebástian de Garabandal está aqui! ”

A entrevista correu bem, o famoso capuchinho abençoou por diversas vezes a Conchita. Conchita pediu ao Padre Pio que a abençoasse. Mostrou o crucifixo que Nossa Senhora beijou em Garabandal e pediu ao Padre Pio para o benzer. Ele fez isso e colocou o crucifixo no estigma da sua mão e depois colocou-o na mão de Conchita.

16 Outubro de 1968. Conchita recebe o último telegrama do Padre Pio.

Quando o Padre Pio morreu a 23 de Setembro de 1968, Conchita ficou muito perplexa. De acordo com a profecia de Virgem Maria, foi dito que o Padre Pio veria o futuro milagre.

No dia 16 de Outubro de 1968, passado mais ou menos um mês depois da morte do Padre Pio, Conchita recebeu um telegrama de Lourdes. Foi mandado por uma amiga, indicando-lhe a urgência dela se dirigir ao Santuário de Lourdes.

O telegrama dizia:

Convento dos Capuchinhos, 22 de Agosto de 1968,

Para a Conchita, o Padre Pio disse:

“ Eu rezo à Virgem Maria para te confortar e guiar-te pelos caminhos da santidade. Eu abençoe-te com todo o meu coração.”

Esta nota que foi ditada pelo Padre Pio no dia da festa do Imaculado coração de Maria, ao superior do mosteiro de San Giovanni Rotondo, foi trazida a Conchita por um dos famosos Capuchinhos mensageiro e amigo, o Franciscano Padre Bernardino Cennamo, que esteve ele próprio em Garabandal a 18 de Junho de 1965 e que testemunhou o êxtase, mas que duvidou da sua origem divina. Esta dúvida permaneceu neste seu amigo até ao dia em que o famoso Capuchinho de Pietrelcina lhe pediu para oferecer a Conchita o pequeno véu que iria cobrir a sua face após a sua morte. Esta extraordinária relíquia foi dada a Conchita. Nesse dia, em Lourdes, Conchita ficou também a saber que ao Padre Pio antes de falecer foi-lhe dado a conhecer o futuro Milagre de Garabandal: “ Ele disse-me isso, ele próprio “, referiu o Padre Bernardino. Uns dias depois, Conchita escreveu ao Joey mencionando este importante acontecimento.