"A Taça está a transbordar..." - O Aborto falado em Garabandal

12-11-2016 20:11

A SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA FALA SOBRE O ABORTO EM GARABANDAL


“A TAÇA ESTÁ A TRANSBORDAR …”

O aumento incontrolável do "aborto" está entre as profecias anunciadas em Garabandal. Isso é referido na publicação do livro alemão sobre as aparições de Garabandal intitulado: "Der Zeigefinger Gottes". Traduzido para português significa: "Garabandal o Dedo de Deus" em 1992. O autor, Albrecht Weber, estava em Garabandal no dia após a última aparição de Nossa Senhora que ocorreu nos "Pinos" a 13 de Novembro de 1965. Numa parte do seu livro é relatado o seguinte:

“Ela (Conchita Gonzalez) falou abertamente sobre os desenvolvimentos pelos quais os homens num futuro próximo se rebelariam contra Deus. No dia seguinte à última aparição de Nossa Senhora em Garabandal, Conchita perguntou ao autor Albrecht Weber: 

"Podes imaginar como alguém pode matar crianças no útero sem matar a mãe?" 

O autor respondeu espontaneamente: 

"Não. Porque falas disso Conchita?"

"Bem, a Santíssima Virgem Maria falou-me sobre isso e Ela deixou-me saber que isso vai acontecer com o transbordar da taça." 

Na segunda Mensagem de Garabandal, a 18 de Junho de 1965, a Virgem Maria disse: "Antes, a taça estava a encher, agora está a transbordar."

Conchita referiu tudo o que Nossa Senhora lhe disse, a tremer, sem ser capaz de visualizar o que realmente isso implicava. Disse ainda que a perturbou muito, mas que se sentia confusa porque não tinha compreendido de que maneira essa matança poderia ser efectuada.

Conchita iria aprender logo o significado das palavras da Virgem Maria quando o aborto começou a legalizar-se por todo o mundo, mesmo no seu país natal, em Espanha.

A Santíssima Virgem tinha falado sobre esta infeliz prática do aborto à vidente Conchita, que a deixou atónita. Na verdade, na época, Conchita não entendia "como era possível matar uma criança no útero da sua mãe (ou dela) sem matar a mãe ao mesmo tempo ..."
 

Atualmente verificamos que parte deste mosaico profético está infelizmente a expandir-se por quase todos os países do mundo, alcançando a marca aproximada de 55 milhões de abortos por ano no mundo. Esta triste realidade é um dos pontos ideológicos também associados à expansão do comunismo e dos seus erros, e que Nossa Senhora referenciou por tantas vezes em Garabandal e em Fátima.

Entretanto, a humanidade continua o seu caminho de destruição sem dar importância aos apelos do Céu e insiste em viver como se Deus não existisse, deste modo a "linha cronológica" dentro da escatologia vai se cumprindo. Quer dizer, que o "caos progressivo" seguirá e teremos um "Aviso" e um grandioso e inigualável "Milagre" para evitar o terrível "Castigo".

Neste tempo do "Pré Aviso", que é o começo do período denominado "fim dos tempos", mas que não será o "fim do mundo" como referiu Nossa Senhora em Garabandal, notamos que, em especial, o "aborto", segundo as palavras da Santíssima Virgem é um sinal profético, claro e inequívoco de que rumamos a passos largos para o "ápice do caos" mundial, porque a Mãe disse que seria o "transbordar total da taça..."

Que Nossa Senhora nos proteja durante estes tempos.