Outubro de 1961 até 1965

 

13 de Outubro, 1961

Ligação a Fátima

  

 

Tal como é conhecimento, no dia 13 de Outubro, em Fátima, uma multidão de pessoas assistiu a um milagre do Sol. Neste dia, Nossa Senhora apareceu pela última vez aos videntes de Fátima, com o título de Nossa Senhora do Monte Carmelo!

Neste dia 13 de Outubro em Garabandal, aconteceram fenómenos cósmicos, que Nossa Senhora se recusou a explicar a razão pelo facto de também ter acontecido neste dia. Conchita e Loli viram em êxtase uma estrela deslumbrante “ dazzling star “não um cometa, nada nunca visto. Don Valentim, pároco de Garabandal, também avistou este fenómeno.

  

 

18 de Outubro, 1961

A primeira mensagem

 

 

Foi neste dia, um dia de extremo significado litúrgico[1], que ás 10:00 da manhã nos “ pinos”, as meninas leram o conteúdo da primeira mensagem de Garabandal. Era a forma formal e pública de apresentar a mensagem[2] que já tinha sido revelada no passado dia 24 de Junho deste ano, através do Anjo. A mensagem de salvação, tinha sido revelada para todo o Mundo.

A mensagem aparentemente “ infantilizada “, apresenta na realidade, uma poderosa e profética mensagem universal. Toda ela apela à existência e necessidade de uma consciência humana moral e reflecte a luz interior do “ explendor da verdade “.Nesse dia, 18 de Outubro, em Garabandal, próprio estado do tempo serviu ele próprio para reforçar o aspecto essencial da mensagem: uma chuva torrencial caiu nesse dia nesta aldeia. No momento que se seguiu à leitura da mensagem traduzida para várias línguas, um forte vento soprou naquela encosta, soprando as nuvens e revelando de seguida o explendor do luar daquela noite!

 

Num êxtase que se seguiu à leitura da mensagem, Nossa Senhora revela a Conchita que um grande milagre acontecerá aqui no futuro. O padre Ramón Andreu foi a primeira pessoa com quem Conchita falou sobre este assunto, na manhã do dia seguinte. O padre Ramón, irmão do falecido Padre Andreu, estava nesse dia em Garabandal, onde assistiu à apresentação da mensagem. Nesse dia, O padre sentiu uma forte perda de fé, chegando a por em dúvida todos os acontecimentos ocorridos em Garabandal. No entanto, e logo após o êxtase das meninas com Nossa Senhora, o Padre Ramón foi informado que Ela (Nossa Senhora) tinha-lhes revelado detalhes sobre o seu doloroso estado de interioridade daquele momento e até indicou os sítios onde ele tinha tido esses pensamentos. Foi aí que o Padre Ramón, voltou a acreditar nos acontecimentos de Garabandal. Conchita disse-lhe que Nossa Senhora mandou-a para lhe consolar e disse-lhe também: “ Irá haver aqui um grande milagre. Apenas não sei de que se trata, nem quando irá acontecer”.

Nota: Neste dia, encontravam-se em Garabandal cerca de 5000 pessoas.

  

 

19 de Outubro, 1961

A segunda nota do Monsenhor Doroteo

 

 

Monsenhor Doroteo Fernández, administrador apostólico de Santander, publicou a sua segunda nota. Ele teve em atenção o breve “ relatório “ submetido pela “comissão especial”, mas também do enorme contributo favorável do Padre Ramón Andreu, do Padre de Garabandal, Valentin Marichalar e do Reverendo Garcia de la Riva. Este administrador actou sempre de forma correcta, dado que sempre aceitou as opiniões das testemunhas num espírito de verdadeira abertura, apesar de grandes oposições que sofria nesse sentido.

 

 

2 de Novembro, 1961

A comunhão dos santos

 

 

A comunhão dos santos liga o mundo em que vivemos ao mundo daqueles que já partiram na única Igreja de Deus. A profunda dimensão da fé cristã. Foi vivida de forma intensa em Garabandal, onde os seus habitantes rezavam pelos seus defuntos, todos os dias.

 

 

4 de Novembro, 1961

 

 

Os êxtases do dia 2 de Novembro, de 1961 e 1962, ilustrou esta ligação com as “almas abençoadas do purgatório” de uma forma notável. Conduzidas por Nossa Senhora para o portão do cemitério, onde em êxtase iam regularmente, as meninas esticavam os seus braços através das grades e seguravam nas suas mãos, os crucifixos, como se alguém do outro lado estivesse a beijá-los.

Nossa Senhora avisa as meninas que depois do dia 18 de Novembro não irá aparecer durante algum tempo. Sabe-se que a partir dessa altura, o Padre da paróquia Don Valentín pressionado pela comissão para que o mesmo fizesse um pequeno intervalo de férias. Devido a este acontecimento, o Padre Valentín ficou afastado de Garabandal durante quase 2 meses. Durante este tempo de ausência, cada uma das meninas apenas teve uma única aparição.

Nota: O padre Don Valentín partiu para férias, no dia 18 de Novembro. Coincidiu precisamente com o aviso dado por Nossa Senhora de que não iria aparecer durante algum tempo.

  

 

8 de Dezembro, 1961

O primeiro dos cinco “ 8 de Dezembro”

  

 

Todos os anos desde 1961 a 1965, Conchita recebeu uma aparição ou locução de Nossa Senhora neste dia de festividade da Nossa Senhora da Conceição, pois sabe-se que é o dia da festa da Conchita. Neste dia Conchita teve dois êxtases.

Durante a segunda aparição, às 9.30 da tarde, Conchita em êxtase ofereceu o seu crucifixo para ser beijado pelos doentes. Nossa Senhora encorajou-as a zelar pelos doentes. Muitas curas foram obtidas pelos objectos beijados por Nossa Senhora.

 

Mais tarde, Conchita visitou hospitais em Burgos. Ela obteve mais tarde o título de enfermeira, com bastante sucesso. Ela exerceu essa profissão em Bilbao e depois em Nova Iorque[3] onde ela viveu desde 1972. Muitas curas foram obtidas durante essa altura.

 

Durante o segundo êxtase do dia 8 de Dezembro de 1961, Conchita falou do Papa João XXIII, pelo facto de próprio estar bastante preocupado com os problemas existentes no mundo. “ Temos de ser muito humildes e rezar pelo grande desafio” disse Conchita. Pode tratar-se da primeira menção do sucessor de Pedro, pela Nossa Senhora em Garabandal.

 

 

O ano de 1962

  

13 de Janeiro, 1962

O regresso

 

 

Neste dia Mari-Loli volta a ter êxtases diários frequentes. Don Valentin volta a Garabandal, após ter feito um pequeno interregno de férias.

 

 

16 de Janeiro, 1962

Desobediência

 

 

Neste dia, Mari-Cruz e Jacinta voltam a ter aparições regulares. No entanto, a partir de 19 de Janeiro, Jacinta deixou de ter as visões durante mais um mês, por ter desobedecido o Pai. O seu Pai, Simon, preocupada com a sua filha, decidiu não acordá-la para que a mesma fosse ao encontro com a Nossa Senhora. Apesar da desaprovação do seu pai, Jacinta, mesmo assim decidiu ir à calleja a meio da noite para se encontrar com Nossa Senhora, que acabou por não aparecer a Jacinta. Jacinta foi novamente punida pelo mesmo modo em Setembro-Outubro devido ao seu comportamento de desobediência. Mais tarde, Nossa Senhora explicou a Jacinta que não apareceu, porque ela tinha desobedecido ao seu Pai, e entre Ela e os seus pais, estava primeiro a obediência aos seus pais.

 

 

27 de Janeiro, 1962

Um novo Bispo

  

 

Neste dia, Monsenhor Eugenio Beitia Aldazábal, foi nomeado como novo Bispo de Santander. Manteve este cargo até o dia 2 de Julho de 1965. Faleceu a 25 de Dezembro de 1985.

 

 

3 de Março, 1962

Uma carta do Padre Pio

 

 

No “primeiro sábado” do mês de Março, Conchita recebeu uma carta endereçada para as quatro meninas de Garabandal. Vinha do Padre Pio, tal como foi depois confirmado por Nossa Senhora. A carta continha o seguinte:

“ Queridas meninas,

Às nove horas desta manhã, mandou-me a Virgem Santíssima dizer-vos isto :Oh abençoadas meninas de S. Sebastião de Garabandal, Eu prometo-vos que estarei convosco até ao fim dos tempos ,e vós estareis comigo no fim do Mundo. E, depois, unidas a Mim, na glória do Paraíso. Envio-vos uma cópia do  Santo Rosário  de Fátima, que a Virgem me disse para vos mandar. Este Terço foi ditado pelo Santíssima Virgem e deve ser propagado para a salvação dos pecadores e preservação da humanidade dos piores castigos com que o Bom Deus ameaça. Só vos dou um conselho: rezai e fazei rezar, porque o mundo está no princípio da perdição Não acreditam em vós, nem nos vossos colóquios com a Branca Senhora….acreditarão quando já for demasiado tarde.”

Assim que recebeu a carta, Conchita enviou uma outra carta de resposta ao Padre Pio que continha uma mensagem secreta da parte de Nossa Senhora. Sabe-se de fonte segura que mais tarde, um grupo de peregrinos espanhóis que visitava o Padre Pio, confrontou o mesmo sobre Garabandal. O Padre Pio respondeu: “ Quantas mais aparições precisam mais, quando elas já acontecem à oito meses em Garabandal?

  

 

19 de Março, 1962

 

 

Naquele dia, festa do maior Santo de todos os Santos, Mari- Loli entrou em êxtase disse a um Padre que tinha vindo à Vila pela primeira vez naquele dia:

Nossa Senhora deseja um óptimo aniversário para o Padre José”. Isto aconteceu quando ninguém tinha reconhecido que ele era um Padre, pois estava vestido normalmente, como uma pessoa comum, sem as vestes sacerdotais.

 

 

25 de Março, 1962

Festa da Anunciação

  

 

Durante este dia, desde as 9:30 da manhã até à meia-noite, Conchita, Mari-Loli e Jacinta entraram em êxtase e cantaram todo o rosário pela primeira vez. Elas adicionaram diversos versos aos cânticos, graças à inspiração e ajuda de Nossa Senhora, no tradicional anuncio dos mistérios, e inclusive pequenas quadras do avé Maria de Fátima. Sempre em êxtase, convidavam as pessoas para participarem juntamente com elas nos seus cantos do rosário. Elas diziam a toda a gente como Nossa Senhora estava contente com tudo isto. “ Ah, como está contente Nossa Senhora! Como Ela sorri, e como Ela está a olhar para nós!

 

 

13 de Abril, 1962

Comunhão

  

 

Neste dia, o anjo S. Miguel deu a comunhão a Conchita, nos “ Pinos “. Neste dia comemorava-se a festividade do mártir da eucaristia espanhol (Santo Hermenegildo).

 

 

16 de Abril, 1962

Semana Santa

 

 

Mercedes Salisachs, da Catalunha, mãe de cinco filhos e uma mulher de letras muito conhecida em Espanha, tornou-se uma protagonista nos eventos de Garabandal. Ela chegou a deslocar-se por quatro vezes a Garabandal, a primeira visita foi realizada durante a semana santa do ano de 1962. Nessa semana, Nossa Senhora por intermédio de Mari-Loli, informou-a que um dos seus filhos, Miguel, um conhecido e talentoso pintor que tinha sido morto num acidente de carro com 21 anos de idade, “ estava no céu e que ele estava a acompanhá-la em cada dia”.

 

 

30 de Abril, 1962

Alma mística

 

 

Após a morte do filho, a mãe do Padre Luis Andreu, resolveu entrar para um convento. O nome que escolheu foi Irmã Luísa Maria, os dois primeiros nomes do seu falecido filho, que morreu em Garabandal. A sua escolha recaiu sobre um Convento de nome Visitandine, e talvez esteja ligado à enorme devoção que o seu filho Andreu tinha pelo mistério da visitação. Neste dia teve uma visão, na qual lhe apareceu o filho Andreu que apareceu com um sorriso brilhante, mas não chegou a falar com ela.

 

 

4 de Maio, 1962

O tempo do pré-aviso

 

 

Mari-Loli e Conchita receberam neste dia, importantes profecias e revelações sobre o tempo do pré-aviso. Conchita, durante um dos seus êxtases disse que “ comunismo voltará a Espanha”, A nossa Senhora também disse a Conchita que “ O papa irá à Rússia, a Moscovo” e disse que “ … assim que o Sumo Pontífice regressar ao Vaticano, sucessivas e violentas perseguições irão rebentar por toda a Europa”.

 

 

16 e 26 de Maio, 1962

Comunhão do Anjo

 

 

As comunhões dadas pelo Anjo a Conchita, no dia 16 e 26 de Maio, representam mais uma vez a prova que em Garabandal existiu sempre a ligação entre a Eucaristia e o Sacerdócio. Este dia coincide com a festividade do Santo Simão Stock, que recebeu a regra das Carmelitas na Palestina.

 

 

18 e 19 de Junho, 1962

Anjo S. Miguel e a noite dos “ gritos”

 

 

No segundo dia da semana, dia do Corpo de Deus, o Arcanjo S. Miguel aparece de novo às crianças no mesmo sítio onde apareceu no outro ano de 1961, “ a caleja”. O arcanjo S. Miguel voltará a aparecer no mesmo dia, no ano de 1965, para entregar a segunda mensagem da Virgem Maria a todo o Mundo.

 

Neste dia, Mari-Loli e Jacinta receberam mais uma vez, alguns detalhes sobre o tempo do pré-aviso, do futuro aviso a ainda sobre o futuro condicional castigo. Como forma de conseguirmos aguentar o castigo quase inevitável, pede-se oração constante e um verdadeiro arrependimento. As mesmas meninas relatam que foi-lhes dado a conhecer cenas e visões ainda mais terríveis sobre o futuro castigo.

 

Para Mari-loli, Nossa Senhora decidiu dar a conhece-la o ano do futuro Aviso[4] e o lapso de tempo (menos de um ano ) que existirá entre o Aviso e o futuro Milagre. Ambas as videntes acreditam que o Castigo é inevitável, pois as pessoas após terem passado pelo aviso e pelo milagre, voltarão ao mesmo tipo de vida que tinham, antes destes acontecimentos. Conchita ficará a saber sobre o Aviso só a 1 de Janeiro de 1965.

 

Na segunda noite dos gritos, dia 19 de Junho, as crianças viram “ rios que se transformaram em sangue, e inteiras multidões envoltas de chamas que se atiram para águas em chamas…”

 

A uma certa distância das meninas, as multidões que estavam nesse dia em Garabandal, ouviam os choros e gritos das meninas. No final dos êxtases, que durou desde as 10.30 da noite até às 2.00 da tarde, as meninas e muitas pessoas permaneceram ali até às 6.00 da manhã até que recebessem o Sacramento da Reconciliação, assistir à Eucaristia e receber a Santa Comunhão.

 

 

21 de Junho, 1962

Corpus Christi

 

 

 Nesse dia, Mari-loli perguntou a Nossa Senhora donde vinha o sangue derramado do cálice. Nossa Senhora respondeu que vinha do coração do Seu Filho.

 

 

21 de Junho, 1962

O dia do Sagrado coração

 

 

 Conchita ficou a saber que para breve irá acontecer em Garabandal um pequeno milagre, para que as pessoas possam acreditar na veracidade dos acontecimentos.

 

 

23 de Junho, 1962

Um último aviso ….

 

 

Neste dia, Nossa Senhora disse a Mari-Loli e Jacinta que o Mundo não mudou de qualquer forma…”poucos verão Deus”….”O castigo está próximo….”, “A taça está a encher…. “, “Sejam muito bons, muito bons….”.

 

 

29 de Junho, 1962

Revelações sobre o “ pequeno milagre”

 

 

Neste dia de festividade litúrgica de S. Pedro e S. Paulo, Conchita ficou a saber, através de uma voz interior, sobre a data deste futuro milagre. Este milagre irá acontecer no dia 18 de Julho de 1962 e irá consistir na comunhão visível, que será dada pelo Anjo a Conchita. A hóstia será visível na sua língua e toda a gente pudera testemunhar a presença da Hóstia consagrada.

 

 

18-19 de Julho, 1962

O “Milagrucu”

  

 

O “ Milagrucu “, em outras palavras, o “ pequeno milagre “, que Conchita descreveu, ocorreu no dia de festividade de S. Vicente de Paulo. Conchita até este dia, pensava que as hóstias que recebiam por parte do Anjo eram sempre visíveis, mas não era. Apenas neste dia, as pessoas ficarão a ver a presença da Santa Hóstia na língua de Conchita.

Este milagre aconteceu no mesmo dia, na mesma hora da primeira aparição de Nossa Senhora na Rue de Bac, Paris, França, dia 18-19 de Julho, em 1830.

Naquela manhã, Conchita, inadvertidamente, recebeu a comunhão das mãos do Sacerdote da Aldeia de Garabandal. Isto talvez expliq     ue o facto de o “ Milagrucu “, só ter acontecido no dia 19 e não no dia 18 de Julho. Este sinal foi trazido para ajudar as pessoas a acreditarem nestes acontecimentos.

“ La forma ! La forma ! La forma ! “, foram as palavras que a multidão falou numa só voz quando viram aparecer na língua de Conchita a Hóstia, que apresentava ter uma forma brilhante[5] e explendorosa e com alguma espessura. A Hóstia ficou visível na língua de Conchita cerca de 2 minutos. Era 1.40 da madrugada, dia 19 de Julho.

 

 

6 de Agosto, 1962

Dia da Transfiguração do Senhor

 

 

Muitas pessoas viram e testemunharam a hóstia aparecer de repente na língua de Conchita, tinha uma cor branca, era brilhante. Este fenómeno durou aproximadamente 2 minutos. Todos os registos fotográficos foram realizados por um fotógrafo amador, Alejandro Damians.

Nesse dia chegaram a Garabandal alguns irmãos de uma comunidade “ São João de Deus”, de um Instituto psiquiátrico na qual o seu apostolado pertencia. Após a sua chegada, eles subiram aos “ pinos “ e encontraram Conchita com as restantes meninas. Eles ofereceram-lhes o seu pequeno-almoço, mas Conchita disse-lhe que não podia, pois daqui a pouco tempo, ela ia receber a comunhão do Anjo ( S. Miguel ). Impressionados, os irmãos de São João de Deus, acabaram por poder testemunhar este acontecimento da comunhão, mas claro sem verem a Hóstia visível. Ainda nesse dia, Conchita pega nos escapulários dos irmãos e apresenta-os ao Anjo.

  

- 09 de Setembro de 1962: Mais pormenores sobre o futuro milagre ….

 

Conchita ficou a saber que o futuro milagre irá ser visto pelo Padre Pio e pelo Papa.

 

- 12 de Setembro de 1962: Mari-cruz deixa de ver a Nossa Senhora do Carmo

 

Mari- Cruz deixou de ver Nossa Senhora no dia de festa do Santo nome de Maria. Ela irá sofrer , pois começará a por em dúvida sobre as aparições que teve. Este enigma de deixar de ver Nossa Senhora, pode ter a ver com o facto de os Pais de Mari- Cruz desde sempre se oposeram e desaprovaram por completo estes fenómenos. Em Garabandal, Nossa Senhora respeitou sempre a autoridade dos pais.

 

- 19 de Setembro de 1962: Nossa Senhora fala novamente sobre o tempo do Pré-aviso.

 

- 26 de Setembro de 1962: Conchita fala sobre o futuro Concilio Vaticano II.

 

Conchita começa a ter visões sobre o Concílio, duas semanas antes da sua abertura.

Conchita em êxtase disse que ” …irá ser um sucesso”, “ O melhor concílio de sempre”, disse Conchita.

Conchita disse ainda que este Concílio teria repercursões importantes para o futuro.

 

-7 de Outubro de 1962: Dia de festa do Santo Rosário em Garabandal.

 

Neste dia Conchita teve um espectacular dia de êxtase. Conchita percorreu toda a aldeia , cantando o rosário, durante mais de uma hora.. De acordo com a vidente, o Rosário tem um papel importante em Garabandal.

 

-8 de Outubro de 1962: Jacinta e Conchita receberam informação sobre o futuro Milagre

Irá acontecer no futuro. Jacinta voltou a ter êxtases após um mês de privação, por ter desobedecido novamente aos seus pais.

 

-11 de Outubro de 1962: a abertura do Concílio Vaticano II

 

Na manhã da abertura do Concílio Vaticano II, estava a chover bastante, mas quando fizeram a procissão pela praça de S. Pedro, o céu abriu e o Sol regressou novamente. No momento de abertura do Concilio, pelas 08:00 da manhã, Conchita entra em êxtase, em sua casa.

 

- 01 de Novembro de 1962: Dia de todos os Santos

 

As videntes em êxtase, recitaram o credo, para além do rosário, por volta da meia noite. Mari-loli e Conchita entraram no cemitério, e de joelhos colocavam o crucifixo sobre as campas dos familiares.

 

- 04 de Novembro de 1962: a revelação sobre o sudário

 

Neste dia, dia de S. Charles Borromeo, um grande arquitecto do Concílio de Trento e Cardial Arcebispo de Turim, que foi por 4 vezes venerar o sudário, Nossa Senhora confirmou a Conchita que é a divina impressão do meu Filho”. Conchita não tinha ideia do que era o sudário. Só chegou a receber informação sobre este assunto através de um conjunto de pessoas que estavam em Garabandal nesse dia.

 

- 18 de Novembro de 1962: festa da Consagração da Basílica de S. Pedro e Paulo

 

Nossa Senhora informou Conchita que o Concílio e o futuro Milagre irão ajudar na conversão de todo o Mundo.

Um dos principais pontos do Vaticano II reside na perfeita unidade de todos os cristãos. Parece lógico que Nossa Senhora aproveitou este dia para clarificar que no dia do Milagre “as Igrejas divididas se tornarão uma só”.

Apesar de não termos certeza absoluta sobre este ponto, parece mesmo que Conchita recebeu de Nossa Senhora informação complementar sobre os acontecimentos do dia do Milagre, dia esse que coincidirá com um grande evento da Igreja.

 

- 25 de Novembro de 1965: Conchita sabe os detalhes sobre o futuro Milagre

 

Conchita ficou a saber neste dia, sobre todos os detalhes do milagre:

- Irá ocorrer às 08:30 da tarde ( tempo em Espanha)

- Será numa quinta- feira, dia da instauração da Eucarístia por Jesus.

- Durará cerca de um quarto de hora.

- Será visto do céu, e o sinal será tão claro que não restará duvidas acerca da existência de Deus e do Seu amor pela humanidade.

- Os doentes que estiverem presentes, serão curados.

- Será anunciado pela Conchita, 8 dias antes

- Será o maior milagre feito por Jesus realizará no Mundo.

- Coincidirá com um grande evento da Igreja

- Será realizado num dia da festa de um mártir da Eucaristia.

 

- 6 de Dezembro de 1962: Outros detalhes sobre o dia do Milagre

 

Conchita aprendeu que nesse dia, que a maioria das pessoas viria apenas uma semana antes do Milagre. Significa dizer que virá pouca gente à aldeia. No entanto, puderá ser visto pela televisão e ser filmado. Nesses dias aumentarão em muito as falsas manifestações de Nossa Senhora, e do desaparecimento da nota do Dr. Pinal que forçou a Conchita em Santander a dizer que as aparições eram falsas.

A 8 de Dezembro, Mari-Loli e Conchita disseram a um casal, que no dia do futuro milagre irá ter um filho. Nesta altura o casal deverá ter cerca de setenta e muitos anos.

 

- 20 de Dezembro de 1962: Outras revelações proféticas

Numa aparição de Nossa Senhora a Conchita disse o seguinte:

Após o Papa João XXIII, apenas virão mais três Papas e depois……não haverá mais. Não, quatro, porque um deles não conta na realidade, a Virgem Maria disse-me “Disse ainda que um dos três Legítimos Papas que sucederão a João XXIII, terá um Pontificado muito curto. Disse também que “ Depois do último Papa, virá o fim dos tempos, que não significa o fim do Mundo”.

Isto voltará a ser lembrado a 3 de Junho de 1963, dia em que o Papa João XXIII morreu.

No seguimento dos acontecimentos e dúvidas da altura, anos 60, uma das testemunhas presentes em Garabandal pediu à Conchita para perguntar a Nossa Senhora, se existia vida inteligente noutro espaço inter-estrelar e Nossa Senhora respondeu apenas: “ Sim”.

Perguntou também se estes seres inteligentes eram pecadores como nós. Nossa Senhora disse: “ São como os humanos, pecadores, mas tal como os humanos foram redimidos por Cristo”.

 

 

- 06 de Janeiro de 1963: Ultimo êxtase de Jacinta.

 

- 13 de Janeiro de 1963: Ultima êxtase de Mari-loli. Passado dois meses, ela e Conchita passarão a ter a fase das locuções

 

- 14 de Janeiro de 1963: Conchita sabe a data do futuro Milagre

 

O arcanjo S. Miguel deu finalmente a data exacta sobre o futuro Milagre. Disse a uma das pessoas próximas, que por volta do ano 2000, o acontecimento estaria próximo. A partir deste dia, Conchita deixou de ter os seus êxtases, com excepção de um dia singular.

 

- 20 de Janeiro de 1963: Dia de Festa do Santo da aldeia de Garabandal, São Sebastião

 

Neste último dia de êxtase, Conchita visitou a ultima casa, que ainda não tinha sido visitada. O Dr. Caux disse que este êxtase foi dos mais bonitos que já viu. Foi neste dia, que se encerrou o período de aparições.

 

- Fevereiro de 1963: Primeira visita de Joey Lomangino a Garabandal

 

Joey nasceu a 27 de Junho de 1931, nos Estados Unidos. Os seus Pais eram de origem Itaiana. Enquanto tirava um pneu, sofreu um acidente que lhe atingiu a face. Os ossos da cara ficaram esmagados, os nervos ópticos e do olfacto ficaram danificados. Roeu esteve de coma durante semanas e acordou no dia 16 de Julho, festa de Nossa Senhora do Carmo, do monte carmelo). Estando cego desde do acidente, Joey ficará a ver no dia do Milagre.

Em 1961 visitou Itália e foi ter com o Padre Pio pela primeira vez. Apesar de nunca se terem conhecido antes, o Padre Pio disse-lhe: “ Joey, como estou contente por te ver “.

Em Fevereiro de 1963, Joey fez nova viagem para ver o Padre Pio, que o ouviu na sua confissão e … miraculosamente, restaurou o nervo do olfacto. Nesse dia Joey não só recuperou o seu olfacto, como a sua fé cristã. Padre encorajou Joey de ir a Garabandal, após ter confirmado que era verdade que Nossa Senhora estava a aparecer em Garabandal.